Notícias / 1° Fórum de Mulheres começou nesta quarta-feira

 

 

 Vereadoras e Servidoras do Paraná  lotaram a sala onde aconteceu o evento. De forma descontraída e lúdica, o palestrante Adriano Mazzarino abordou comunicação e imagem, falou do papel feminino e dos seus desafios hoje na política e na sociedade

 

 

Nesta quarta-feira, 03, a Uvepar começou com mais um projeto de grande impacto para os Legislativos Municipais. Com o lançamento do 1° Fórum de Mulheres, vereadoras e servidoras públicas do Paraná estiveram presentes em Curitiba para participar da palestra do jornalista Adriano Mazzarinio.

 

Com experiência na área de comunicação política, Mazzarino trouxe às palestrantes atividades interativas e descontraídas, mas cheias de importantes conhecimentos sobre os desafios da mulher nos mandatos e no comportamento político na era da informação. Falou sobre o cuidado que o agente público deve ter ao se basear em informações propagadas na internet, trazendo de forma divertida exemplos, abordando também a importância do cuidado com a comunicação visual e o poder da imagem.

 

Mazzarino explicou que o cuidado com a imagem passada é essencial para o agente público, visto que muitas vezes o que se quer mostrar nem sempre está evidente e até mesmo condizente com o material gráfico divulgado ou em outras formas de comunicação utilizados.

 

Um dos principais focos de Mazzarino foi o papel da mulher no contexto social e político, explicando aspectos machistas que a atual sociedade herdou e de que maneira o gênero ainda é um fator decisivo na forma como uma pessoa é avaliada. Para falar de suas experiências como mulheres da política, as participantes foram chamadas à frente, incrementado a discussão sobre o papel feminino e as dificuldades que encontram.  

 

“Foi colocado na cabeça de vocês que mulher nasceu para cozinhar. Para maternidade. Talvez para o magistério. (...) A avó já tinha essa mensagem. E a filha de vocês também vai ter esta mensagem”, disse Mazzarino. Entender este processo e as mudanças que esta mentalidade tem sofrido foi uma das principais discussões da palestra.

 

Como presença especial, a deputada estadual e procuradora da Mulher na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), Cristina Silvestre (PPS), esteve presente na abertura do evento, como uma forma de prestigiar o trabalho da Uvepar, que tem levantado a bandeira do empoderamento feminino pelos municípios do Paraná. “Quero parabenizar pela iniciativa. São ações como essa que nós precisamos. (...) Eu sei o quanto é difícil para nós mulheres participar da vida pública, porque para nós não é só levantar, se arrumar e ir trabalhar. Nós temos a nossa casa, os nossos filhos, um marido, uma responsabilidade na educação dos filhos, e ainda a vida pública”.

 

Durante sua fala, a deputada comentou números que mostram que o papel pleno da mulher na política ainda é um caminho árduo até a sua total concretização. Segundo ela, mulheres são mais de 50% da população, mas não chegam a dez por cento na política. “Tem municípios que nem tem mulher”, disse.

 

Durante a abertura, o presidente da Uvepar, Júlio Makuch, recebeu as participantes do fórum com discurso sobre a capacidade feminina e a necessidade de inserção. “Queremos juntos dar condições para que vocês possam estabelecer uma meta e chegar em 2020 muito mais fortes! Muita mais preparadas. (...) Este é um encontro que foi feito especialmente para vocês, tendo em vista a reeleição, a capacitação e a preparação para que mulheres sejam inseridas cada vez mais na política, de forma igualitária! ”, disse. “A corrupção passa muito longe de vocês. Vocês não deixam esse assunto nem chegar perto de vocês. Nós precisamos cada vez mais de mulheres na política”, complementou o presidente.

 

Fonte: Foto: Assessoria de imprensa da deputada estadual Cristina Silvestre / jornalista Caio Budel

Data de Publicação: 04/07/2019